sábado, 15 de junho de 2013

Resenha do livro: Diário de uma paixão

Título: Diário de uma paixão
Autor: Nicholas Sparks
Editora: Novo conceito
Páginas: 244

Sinopse:  "Não sou nada especial; disso estou certo. Sou um homem comum, com pensamentos comuns, e vivi uma vida comum. Não há monumentos dedicados a mim e o meu nome em breve será esquecido, mas amei outra pessoa com toda a minha alma e coração e, para mim, isso sempre bastou." Noah Calhoun Assim tem início uma das mais emocionantes e intensas histórias de amor que você lerá na vida... O livro é o retrato de uma relação rara e bela, que resistiu ao teste do tempo e das circunstâncias. Com um encanto que raramente é encontrado na literatura atual.


Vamos à resenha: "O crepúsculo, percebi então, é apenas uma ilusão, porque o sol está ou acima ou abaixo do horizonte. E isto quer dizer que o dia e a noite estão ligados de uma tal maneira como poucas coisas estão, um não pode existir sem o outro, porém ambos não podem existir ao mesmo tempo. Qual seria a sensação, eu me lembro de ter especulado, de estar sempre juntos, porém eternamente separados?"

Dos livros que já li, do Nicholas Sparks, esse sem dúvidas é meu favorito. Não li todas as suas obras, mas acho que dificilmente alguma vai superar essa história.

Allie passa suas férias com a família em Nova Berna, uma pequena cidade no sul, onde conhece Noah, e logo se apaixonam perdidamente. Mas o que era para ser apenas uma paixão juvenil de verão, na verdade se torna um amor indestrutível, capaz de suportar o tempo, distância e circunstâncias da vida.

Allie e Noah eram diferentes. Ela vinha de família rica e queria ser artista, enquanto ele era um apaixonado por poesia que levava sua vida de maneira simples. Os dois não se importavam com as diferenças, mas obviamente para a família de Allie não era bem assim. Noah não era o tipo de cara que seria "bom o suficiente" para Allie, na visão dos seus pais.
Logo que o verão acaba, ela é obrigada a ir embora e seguir sua vida, levando a promessa que tinham feito de nunca se separar, o que se torna impossível, principalmente porque a mãe de Allie escondeu todas as cartas que Noah escreveu ao longo dos anos.

14 anos se passaram, mas nenhum dos dois nunca se esqueceu daquele verão. Às vésperas de seu casamento, com o cara considerado o ideal, Allie retorna à Nova Berna para encontrar Noah, sem saber exatamente o porquê. Após o reencontro, os dois logo se dão conta de que na verdade nunca deixaram de se amar e não seriam capazes de viver um sem o outro, não dessa vez.

Toda história é contada por Noah, já em sua velhice, por um diário escrito pelo próprio. Ele contava a história todos os dias se necessário para Allie, que com a idade, passou a sofrer pelo mal de alzheimer. Contava sua própria história na esperança de que os sentimentos e emoções trouxessem de volta as lembranças que a doença roubou. Em algumas ocasiões dava certo, em outras não. Mas quando acontecia o que ele e os médicos chamavam de "pequenos milagres", Noah podia em seus últimos dias de vida, voltar a ser o homem mais feliz do mundo.

É uma história emocionante, que em certas partes me arrancou bastante lágrimas. Uma das melhores histórias de amor que já li. Terminei em 2 dias pois é uma leitura que te prende e deixa ansiosa para saber o fim. Muito bem escrita por Nicholas, narrada de forma encantadora e com um final "feliz", até que outro dia volte a nascer...

6 comentários:

  1. Oieee

    Eu amei esse livro... acho que agora talvez você perceba que o homem de sorte é o mais fraquinho pelo menos na minha opinião rsrs

    Beijos

    Andressa
    http://livrosechocolatequente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, comparado com esse é realmente mais fraquinho ^^ rs

      Excluir
  2. Oi Gaby! Poxa, esse é um dos melhores livros que eu já li! *-* É lindo demais! Como disse a menina aqui de cima, é o mais fraco o Homem de Sorte!

    Agora depois de ler Diário de uma Paixão começa a ler O Casamento, é uma espécie de continuação desse. É muito bom também! =)
    Segui aqui seu blog. Se puder, segue o meu?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mari,obrigada pela dica, vou ler sim e tô seguindo :D Desculpa a demora pra responder... Beijos!

      Excluir
  3. Gostei da sua resenha, mas tenho uma resistência enoooorme ao Sparks. Sempre vejo as capas e sinopses dos livros dele e me parecem sempre mais do mesmo.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carla...ele também não é meu autor preferido... Acho bom de ler quando tô afim de algo mais "leve", mais simples, mas diário de uma paixão é realmente bem bonito, talvez você goste :D
      Beijos!

      Excluir